Data…

Sonia Racy

26 Setembro 2013 | 01h08

O Conselho Nacional de Justiça abriu duas investigações contra o desembargador Armando Toledo, do TJ-SP.

Uma delas trata de denúncia anônima – que chama o magistrado de “amigo do peito” de Barros Munhoz, acusando Toledo de sentar em cima de processo contra o presidente da Assembleia paulista durante 3 anos. Para que as acusações prescrevessem.

…venia

As apurações correm em segredo de Justiça. Por isso, o desembargador informou à coluna que não comentaria o assunto.

Consta que ele se reuniu com Francisco Falcão, do CNJ, esta semana.