Das dunas

Sonia Racy

28 Janeiro 2014 | 01h10

Carlos Eduardo Paes Barreto, da OAS Arenas, revelou – no intervalo de América-RN e Confiança, jogo inaugural da Arena das Dunas, domingo em Natal – que o Grêmio foi mesmo procurado pela Fifa na semana passada.

O estádio do clube, entregue em 2012 pela OAS, é o plano B da entidade caso a Arena da Baixada, em Curitiba, não fique pronta no prazo.

Das dunas 2

Segundo tempo do jogo, Rosalba Ciarlini, governadora do RN, foi taxativa: “Somos a primeira cidade-sede pós-Copa das Confederações a entregar o estádio para o Mundial. E com orçamento 3% menor do que o previsto”.

Indagada pela coluna sobre os problemas que enfrenta com a Justiça Eleitoral – teve o mandato cassado na quinta-feira e obteve liminar na sexta –, deu de ombros: “É campanha contra o meu governo…”. Quando ia completar, explosão da torcida na arena: “Depois eu respondo, foi gol do América…”.

Não voltou.