Damares Alves e Bia Doria são esperadas hoje em ato contra o feminicídio

Sonia Racy

21 de novembro de 2021 | 03h30

Bia Doria

BIA DORIA – FOTO: ARQUIVO PESSOAL

Hoje pela manhã, em Congonhas, mulheres vítimas de agressões vão desfilar pelo saguão principal com camisetas denunciando o feminicídio. O Instituto Virada Feminina, de Marta Lívia Suplicy, espera também Bia Doria, Regina Nunes e Damares Alves.

A cada 80 segundos, a Justiça emite uma ordem de restrição referente a casos de violência doméstica.

 Quem deixou?

A subprefeitura da Sé recebeu ofício de um vereador paulistano querendo saber quem foi que deu a autorização para a instalação do ‘touro de ouro’, patrocinado pela XP, em frente a B3.

Inspirada no touro de Wall Street, a estátua sofre ataques desde a inauguração terça.

Quem inventou?

A XP levou a ideia à B3 inspirada no sócio Pablo Spyver, cujo apelido na instituição financeira é Tourinho. A cúpula da B3 aprovou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.