Pesquisa aponta que líder em agosto sempre venceu em outubro

Pesquisa aponta que líder em agosto sempre venceu em outubro

Sonia Racy

19 de julho de 2018 | 01h00

MURILLO DE ARAGÃO, DA ARKO ADVICE

MURILLO ARAGÃO. FOTO: HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO

Murillo Aragão, da Arko Advice, divulgou na segunda-feira levantamento mostrando o quão importante é o tempo de TV nas eleições presidenciais. Nas últimas sete disputas (1989 a 2014), ocorreram mudanças duas semanas após o início da propaganda eleitoral na TV.

Mas em nenhuma delas mudou o candidato presidencial a liderar a nas pesquisas em agosto – período anterior ao início da propaganda na TV.

O que se constatou foi que, nas sete disputas, quem liderava em agosto venceu.

Há, no entanto, uma grande diferença não explicitada na pesquisa: nunca antes na história do País se chegou tão perto da data de um pleito com o atual grau de indefinições.

Até o momento, meados de julho, os pré-candidatos sequer escolheram seus vices.

Leia mais notas da coluna: 

+ TRF-4 absolve André Vargas de segunda condenação por Moro

Imbassahy: ‘Velejadores estão bem, mas talvez só sejam liberados em outubro’

Tendências: