Cro-co-di-lo

Sonia Racy

14 de maio de 2010 | 08h07

De passagem pelo Brasil, Michel Lacoste deixa claro: detesta que chamem o crocodilo, marca tradicional da empresa, de jacaré. “O símbolo foi criado em homenagem a meu pai, René, que era rapidíssimo nas quadras de tênis.”

Jacaré é…lerdo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: