Crise, uma idéia-fix

Redação

07 de novembro de 2008 | 06h00

Em reunião fechada, esta semana, 120 empresários da Ação Empresarial, capitaneada por Jorge Gerdau, tentaram debater a reforma tributária. Chamaram Antônio Palocci, que é presidente da comissão que trata do assunto na Câmara.

Mas não houve jeito. O encontro se concentrou na falta de crédito, obrigando Palocci a explicar que isto não está acontecendo por culpa dos bancos. “Eu poderia dizer isto para agradar a platéia, mas não adianta montar uma briga entre bancos e indústria”, ponderou o ex-ministro, lembrando que ninguém fabrica dinheiro.

Para ele, a volta do crédito passa pelos bancos públicos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.