Crime e castigo

Redação

02 de outubro de 2009 | 11h15

O MPF foi acionado pela família de Vírgilio Gomes da Silva, que participou do sequestro do embaixador americano em 1969. A viúva Ilda exige que o Estado encontre os restos mortais do guerrilheiro. O Exército já assumiu a responsabilidade pelo crime.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: