Credibilidade

Sonia Racy

01 de novembro de 2013 | 01h04

A única coisa positiva dita por três empresários de peso e dois presidentes de banco sobre os números das contas públicas divulgados ontem foi: “Pelo menos eles não chegam a maquiar números, como faz a Argentina”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: