Covas reforma secretariado em novembro

Covas reforma secretariado em novembro

Sonia Racy

11 de setembro de 2019 | 00h50

BRUNO COVAS. FOTO ESTADÃO

Troca de guarda

De olho nas eleições de 2020, Bruno Covas prepara reforma em seu secretariado para novembro. Devem deixar seus cargos todos os interessados em tentar uma vaga na Câmara municipal.

Entre os postulantes mais prováveis do primeiro escalão estão o secretário de Esportes e Lazer, Carlos Bezerra, o de Inovação e Tecnologia, Daniel Annenberg, a do Trabalho, Aline Cardoso, e o da Casa Civil, João Jorge.

Troca 2

O prefeito deixou claro que não quer esperar até abril – que é o prazo legal limite dos candidatos, determinado pela Justiça Eleitoral.

Troca 3

Tio do prefeito e filho de Mario Covas, o vereador Mario Covas Neto (ex-tucano, hoje no Podemos) ouviu de advogados eleitorais que poderia, legalmente, disputar a Prefeitura contra o sobrinho – mas ele preferiu não entrar no páreo.

“Não teria o menor sentido concorrer com o Bruno, não sou inimigo dele. Seria incompreensível. Um atrapalharia o outro”, disse ele à coluna. E adiantou que o Podemos deve apoiar Bruno em 2020, o que ampliará seu tempo de TV.

Dias nublados

Seis em cada dez brasileiros (61%) consideram-se felizes – índice 12 pontos porcentuais abaixo do registrado na última edição em 2018.

Episódios como o incêndio do Museu Nacional, a tragédia de Brumadinho e a atmosfera política ruim contribuíram para os números no País, pondera o CEO da Ipsos, Marcos Calliari.

Nublados 2

A pesquisa Global Happiness Study, que a Ipsos divulga nesta quarta-feira, ouviu mais de 20 mil pessoas em 28 países e a média global mostra queda de 70% para 64%.

Canadá e Austrália, com 86% de “taxa de felicidade”, estão no topo da pesquisa. Argentina, com 34%, no último lugar.

Concorrido

Sérgio Sá Leitão comemora, na Cultura do Estado, os resultados do Proac. O programa, voltado para o fomento dos projetos culturais no Estado, recebeu este ano 7.474 inscrições, 1.886 a mais que no ano passado.

O outro dado é a verba a ser dividida entre os escolhidos. São R$ 54,2 milhões, ou R$ 16,2 milhões a mais que em 2018.

Tendências: