Corregedor-geral eleitoral recebe somente uma resposta ao pedir provas de fraude em eleições

Corregedor-geral eleitoral recebe somente uma resposta ao pedir provas de fraude em eleições

Sonia Racy

04 de agosto de 2021 | 00h50

Luis Felipe Salomão. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A decisão do plenário do TSE de abrir um inquérito administrativo para apurar ataques sem prova às urnas eletrônicas, feitos por Bolsonaro, impressionou estudiosos do tema.

Mas até ontem na hora do almoço, o corregedor-geral eleitoral, ministro Luis Felipe Salomão, tinha recebido apenas uma resposta ao pedido para que sejam apresentadas as fraudes nas eleições 2018. Por ora, o de Oscar Castello Branco.

O deputado estadual paulista mostrou registros de centenas de reclamações de irregularidades de eleitores em São Paulo dizendo que o voto não consta… na urna em que votaram.

Photoshop  

Além disso, também a notícia crime enviada simultaneamente ao STF, com a live de Bolsonaro, para ser incluída na investigação das fake news, está sendo considerada um movimento inédito.

Os ministros não estavam vendo o diálogo com o governo Bolsonaro surtir efeito, por isso, a decisão de agir agora, segundo fonte tarimbada do TSE.

 Photoshop 2 

Um ex-presidente da Câmara dos Deputados fez constatação aguçada ontem, durante almoço em Brasília.

Disse, para um grupo de políticos à mesa, que “Bolsonaro tem coragem de brigar Luís Roberto Barroso, mas tem medo de Alexandre de Moraes, responsável pela ação das fake news no STF”

Pais de pets 

 Ana Maria Braga diversificou a área de trabalho. A apresentadora assina a curadoria da exposição de fotos, Filhos de Estimação, de Catarina Machado.

A mostra, que estará no Clube Paineiras do Morumby a partir do dia 8 deste mês, reúne retratos de 20 personalidades com seus animais de estimação.

 Pets 2 

Mauricio de Sousa, o padre Fábio de Melo, Ronnie Von, Roberta Miranda e a própria Ana Maria, entre outros, posaram com seus pets.

 Classic satisfaction 

A Orquestra Ouro Preto vai homenagear os Rolling Stones. O novo repertório do grupo – que traz releituras dos famosos riffs de guitarra do grupo inglês unindo violinos e violoncelos – estreia no dia 8. A transmissão, ao vivo e gratuita, será no canal da orquestra no YouTube.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.