Contra o tempo

Sonia Racy

16 de fevereiro de 2011 | 23h07

Vence, dia 10, a licença não remunerada da procuradora da República Larissa Maria Sacco. Ela é mulher de Roger Abdelmassih, médico condenado a 278 anos de prisão e foragido há mais de um mês. O detalhe é que ela poderá pedir a renovação de seu afastamento pela internet e, assim, manter em sigilo seu paradeiro. Mesmo assim, precisará do crivo do procurador-chefe.

Em tempo: licenciada desde 2009, só pode prorrogar sua ausência até outubro.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.