Contra o assédio

Sonia Racy

17 de fevereiro de 2016 | 01h12

Júlia Velo – que publicou, em seu Facebook, relato de assédio e agressão verbal dentro do Bar Quitandinha, na Vila Madalena – vai acionar a Justiça. O post, em que conta a cena e afirma que o bar negligenciou a situação, chegou a ter mais de 41 mil compartilhamentos e a página do estabelecimento ficou lotada de críticas.

O advogado Marcelo Feller, que representa Júlia e sua amiga Isabella, diz ter entrado com pedido de inquérito policial para apurar os fatos, ouvir testemunhas e identificar os acusados de agressão.

Assédio 2

O Quitandinha divulgou, ontem, um vídeo em que exibe algumas imagens das câmeras de segurança e questiona a versão das moças. Em texto no seu Facebook, Júlia sustenta que ela e sua amiga foram as vítimas.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.