Conta

Sonia Racy

03 de maio de 2011 | 23h07

Petistas próximos a Rui Falcão têm sugerido que ele deixe a 1ª Secretaria da Assembleia Legislativa. Mas o deputado não topou e usou o seguinte argumento: o 2º secretário é do DEM. Ou seja, o cargo é estratégico na Assembleia onde o PT é oposição.

Aliás, Falcão optou por não aceitar o salário de presidente do PT, de R$ 13 mil. Receberá apenas o de deputado.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.