Conta amarga

Sonia Racy

21 Janeiro 2015 | 01h02

Enquanto o governo anuncia aumento nas alíquotas de PIS/Cofins e Cide sobre os combustíveis, usineiros e produtores de cana do País também fazem as contas. Há, no momento, 66 usinas em processo de falência – e, nos últimos dois anos, o setor teve 60 mil demissões.

Muita gente no campo não entende por que o governo continua se dedicando tanto ao pré-sal – com o preço do petróleo em queda livre – e tão pouco à produção de álcool.