Nova empresa, receita para o São Paulo obter recursos

Nova empresa, receita para o São Paulo obter recursos

Sonia Racy

19 Abril 2018 | 00h55

BRASILEIRÃO

BRASILEIRÃO. FOTO: DANIEL TEIXEIRA/ESTADÃO

O projeto do São Paulo, de criar nova empresa para separar atividades sociais e amadoras das profissionais, será tema do conselho de administração do clube semana que vem. Se aprovado, abre a possibilidade de essa empresa captar recursos no mercado. Coisa que o São Paulo, como qualquer outro clube, não pode fazer hoje.

Ideia é antiga,
mas não avançou

A ideia de transformar clubes em empresas é antiga. Com esta fórmula aprovada até por meio de projeto que já tramita no Congresso, ela pode tornar-se realidade, como acontece na Europa e nos EUA.

Os estudos que basearam o projeto são dos advogados José Francisco Manssur e Rodrigo Monteiro de Castro. Ambos são-paulinos roxos.

Leia mais notas da coluna:

O que há é ‘o início de um processo’, diz Goldman sobre Aécio

‘Não se deve romantizar os terroristas’, diz rabino de Entebbe