Conselho aprova terminal de gás líquido na Baixada Santista

Conselho aprova terminal de gás líquido na Baixada Santista

Sonia Racy

30 de abril de 2019 | 19h53

MARCOS PENIDO. FOTO: JOSÉ JORGE/SIMA

MARCOS PENIDO. FOTO: JOSÉ JORGE/SIMA

O plenário do Conselho Estadual do Meio Ambiente (Consema), que integra a Secretaria de Infraestrutura paulista, aprovou nesta terça, 30, o estudo de impacto ambiental do terminal de gás líquido na Baixada Santista.

O projeto será o primeiro de regaseificação do Estado. Trata-se de uma embarcação a ser instalada no estuário de Santos para expandir a distribuição do gás natural.

“O projeto oferece uma nova alternativa para a aquisição de gás, aumentando a oferta e estabelecendo a concorrência”, explica o secretário de Meio Ambiente, Marcos Penido.

De acordo com a secretaria, o terminal será fonte de arrecadação de impostos para o Estado e para os municípios da Baixada Santista, além de ter importância estratégica para a matriz energética paulista.

Leia mais notas da coluna:
+ Queda na B3 não foi reação à fala de Bolsonaro
+ Marina Morena quer ‘levar o Brasil para o resto do mundo’

Tudo o que sabemos sobre:

Marcos Penido

Tendências: