Conselheiro-chefe

Sonia Racy

15 de julho de 2014 | 01h10

Mesmo após ter dito publicamente que, por ele, Felipão ficaria na seleção, consta que foi de Marco Polo del Nero a ‘decisão’ de não seguir trabalhando com o técnico e sua turma.

O presidente eleito da CBF assoprou a José Maria Marin – no cargo até abril – que não seria bom para a imagem da entidade não mudar nada após o fiasco na Copa.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: