Conselhão sugere a Temer um IVA federal

Sonia Racy

09 Março 2017 | 00h45

Por partes

Membro da comissão do Conselhão que especificamente tem como missão sugerir melhora do ambiente de negócios no Brasil, Luiz Trabuco, do Bradesco, acredita que os assuntos estão deslanchando. “Entregamos a Temer, por exemplo, sugestão de trajetória para chegarmos a ter um IVA federal”, contou ontem. Outro item da pauta é a insegurança jurídica: a comissão quer impedir a retroatividade de normas e atos do poder público.

Ociosidade 

Retomada da economia? “Os índices de desemprego não melhoraram mas o de recuperação de horas trabalhadas, índice que o Bradesco mede, prenunciou de contratações, sim. Depois de uma piora, voltamos à média de 2014”. Exemplo: a produção da indústria automobilística aumentou 27% em fevereiro.

Quem vem

Octavia Spencer, de Estrelas Além do Tempo e Histórias Cruzadas – pelo qual ganhou o Oscar de melhor atriz coadjuvante em 2012 – desembarca no Brasil no fim do mês. Participa da pré-estreia do longa A Cabana, inspirado no livro homônimo.

Escadão

O longa Escadinha será lançado hoje, no Rio Content Market, pelas produtoras Trator Filmes e All Records. Os produtores Armando Ruivo, Eric Sanchez e Luanna Negreiros, além de parte do elenco, explicam o filme para investidores no restaurante Tourão Grill.

Guerra adiada

Uma disputa “fiscal” marcada para ontem no STF, entre SP e Goiás, acabou sendo adiada… a pedido de Goiás.

Lista suja

O MPT não gostou da decisão de Ives Gandra Martins Filho, do TST, de acatar pedido da AGU para suspender a divulgação da “lista suja” – empregadores atuados por contratar mão de obra escrava. Promete impetrar recurso alegando que o STF já decidiu, em dezembro que tornar conhecida a lista suja não ofende o princípio do contraditório e do direito da defesa.

Marcela lá

No evento pelo Dia da Mulher, no Planalto, Marcela Temer repetiu a fórmula “bela e recatada” da primeira vez em que lá falou, em outubro, no lançamento do Criança Feliz. Naquela ocasião foram quatro minutos de discurso. Ontem foram dois — sempre de forma compassada.