Congresso sai ganhando nos dois possíveis desfechos de atos pró-Bolsonaro

Sonia Racy

24 de maio de 2019 | 00h55

JAIR BOLSONARO. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

JAIR BOLSONARO. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO

Jogo de perde-perde

Pelo que se apurou em Brasília, ontem, o Congresso sai ganhando ante os dois possíveis desfechos resultantes dos protestos pró-Bolsonaro convocados para este domingo.

Fonte credenciada de Brasília considera que, se as manifestações registrarem uma grande adesão, o Parlamento, para mostrar força, dará o troco equivalente no governo. Na mão contrária, se os eventos espalhados pelo Brasil fracassarem, o Congresso também vai aproveitar: monta nas costas do Executivo.

Perde-perde 2

O suspense, segundo a mesma fonte, está instalado no Planalto. A inteligência de Bolsonaro chegou à conclusão de que não há como prever o tamanho de um movimento convocado por… Whatsapp.

Prioridades

Da agenda do MMA para a convenção da ONU sobre Mudanças Climáticas, em Salvador, destacam-se dois itens. Qualidade ambiental urbana – como é que saneamento, lixo e ar influenciam nas mudanças climáticas –, e os pagamentos por serviços ambientais para quem preserva a floresta seguindo regras do Código Florestal.

E desmatamento.

Antecipados

O MBL criou movimento específico para atuar na área estudantil, batizado de “MBL Estudantil”. E já tomaram sua primeira decisão: a de não participar do Congresso da UNE, em julho.

Lava Jato USA

A plateia de seminário que acontece hoje, no Hotel Emiliano, pode vir a ter dados novos sobre a versão americana da Lava Jato. Entre os palestrantes convocados por Quinn Emanuel Urquhart & Sullivan e pelo brasileiro Licks Advogados, está a ex-procuradora Sandra Moser, que deixou o DOJ no começo deste ano para aderir ao escritório de advocacia americano.

Bem como William Burck, também ex-procurador, ex-funcionário de George W. Bush e atual sócio do QEU&S.

Entregue

Os ministérios de Guedes e de Marcos Pontes cumpriram com a promessa de tentar desburocratizar o mercado de startups. O grupo de trabalho dos dois ministérios, após reuniões com 50 instituições privadas e outras 20 públicas, entregou o texto do marco legal das startups. A consulta pública ficará disponível até o dia 23 de junho.

Balé nas ruas

Desde o último dia 13, o Balé da Cidade está fazendo intervenções por templos religiosos como a Catedral da Sé, Templo Lohan, a Igreja dos Homens Pretos e Terreiro Odé.

Apesar disso, o novo espetáculo da companhia, Biblioteca de Babel, não foca em religião. E sim abordará os princípios da comunicação, a evolução e o entendimento entre os homens. Estreia no dia 14.

Mais um

SP vai ganhar mais um teatro. Assinado por Isay Weinfeld, o espaço, de 250 lugares, fica dentro do Edifício Santos Augusta, nos Jardins. E já tem nome: Teatro Unimed. Monique Gardenberg assina a curadoria da programação do local, que abre em agosto, com “Lazarus”, dirigido por Felipe Hirsch.

Alto estilo

O cabeleireiro Wanderley Nunes e a figurinista Gogoia Sampaio serão homenageados, no Cannes Fashion and Global Short Film Awards Gala. Amanhã, na Riviera Francesa.

Leia mais notas da coluna:
+ Alckmin não vai participar do movimento ‘Direitos Já’; Serra marca reunião
+ Secretaria de Educação paulistana estuda bônus para professores e servidores

Tendências:

  • Netflix divulga as 5 séries internacionais preferidas do público brasileiro
  • Projeta Brasil do Cinemark apresenta filmes brasileiros por apenas R$ 4
  • Glória Maria faz cirurgia para remover lesão cerebral e passa bem
  • ‘Sonic - O Filme’: Internautas aprovam ‘reforma’ do personagem; assista
  • Lollapalooza Brasil 2020: confira o line up por dia