Congressistas vão ao TCU e à CVM contra acordo que Petrobrás fechou nos EUA

Sonia Racy

30 de março de 2019 | 00h55

SEDE DA PETROBRÁS

SEDE DA PETROBRÁS. FOTO: SERGIO MORAES/REUTERS

Segredos

Alguns congressistas, ao que se apurou, vão se insurgir contra o acordo que a Petrobrás fechou nos EUA para não ser processada. Para tanto, a liderança da minoria na Câmara deve assinar, semana que vem, duas representações contra aquele pacto, uma no TCU e outra na CVM.

Motivo? A estatal se comprometeu, em um anexo daquele texto, a compartilhar com autoridades americanas informações confidenciais sobre suas propriedades, finanças e negócios. E não poderá sequer divulgar aqui o conteúdo dos relatórios entregues lá fora.

Segredos 2

Em tempo: o acordo é anterior ao que a Petrobrás fechou com a força-tarefa da Lava Jato – e que foi suspenso por Alexandre de Moraes.

Sem dono

Romero Jucá se encontrou esta semana, em SP, com investidores que buscavam saída para o problema da articulação pela reforma da Previdência.

Disse que, com 24 anos de experiência no Senado, vê uma solução para isso: a aproximação do Congresso com a pauta econômica – concretizada, depois, no diálogo entre Paulo Guedes e Rodrigo Maia. Leia-se, se emancipar dos problemas com o Executivo.

Penúria

O PSDB paulista vive uma crise financeira que o forçou a sair de sua antiga sede e migrar para o comitê de campanha de Dória, na Rua Estados Unidos.

Queda de braço

O entorno de Dória se mostra totalmente contrário à ideia de fazer um rodízio na presidência do PSDB, como ocorria no início de vida do partido. A ideia será defendida por aliados de Alckmin no congresso do PSDB em junho.

Reprovado

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo decidiu ontem em Brasília – e já recomendou aos conselhos estaduais – que devem ser recusados os pedidos de registro profissional de bacharéis em arquitetura e urbanismo formados na modalidade Ensino à Distância. Argumentam os conselheiros que esse modelo “não oferece segurança à sociedade”.

Na mesma linha, avaliações negativas do Ensino à Distância vem obtendo adeptos, nos conselhos de Farmácia, Odontologia e Medicina Veterinária.

Direto da SP-Arte

Uma das grandes novidades desta edição da SP-Arte – que abre quarta –, o OpenSpace reunirá um conjunto de 17 esculturas monumentais ao redor do Pavilhão da Bienal.

Sob curadoria de Cauê Alves, do MuBE, trabalhos de Hélio Oiticia, Amélia Toledo, Saint Clair Cemin e Eduardo Navarro.

Direto 2

Evan Beard, do banco US Trust, vem ao Brasil para participar da feira. Falará sobre Como Práticas Financeiras Influenciam o Mercado de Arte. O encontro faz parte da programação do Talks, ciclo de debates do evento que acontecerá no MAM.

Direto 3

O mobiliário criado por Paulo Mendes da Rocha + MMBB para o Sesc 24 de Maio, no Centro, marca presença no setor de design da SP-Arte. As peças ganham produção em escala pela Ovo, possibilitando ao público a aquisição do mobiliário exclusivo do icônico prédio do centro de São Paulo.

Leia mais notas da coluna:
+ Alexandre Frota convida pessoas da área cultural a falar de Lei Rouanet
+ No Twitter, Olavo de Carvalho volta a fazer ironias contra Mourão

Tendências: