Compulsório

Sonia Racy

29 de setembro de 2011 | 23h12

A empresa de Neymar pai e Neymar filho teria recebido, anteontem, nada menos que  10 milhões. Depositados pelo Real Madrid, mesmo sem a assinatura do Santos no contrato.

Fonte ligada ao empresário Wagner Ribeiro jura que a informação não passa de sonho de verão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.