Com sucesso na Olimpíada, Turismo quer prorrogar isenção de vistos

Sonia Racy

29 de novembro de 2016 | 11h54

O aumento de 55% de turistas no País entre junho e setembro, em grande parte por causa da isenção de vistos para a Olimpíada, animou o Ministério de Turismo e a Embratur a pedirem, ao governo, a prorrogação da medida.

A isenção foi dada, no caso, para Estados Unidos, Canadá, Japão e Austrália. A proposta já foi levada à Casa Civil e ao Itamaraty pelo ministro Marx Beltrão.

Os números, obtidos em levantamento feito pelo ministério  com ajuda  PF, mostram que vieram ao País naqueles quatro meses 163.104 turistas dos quatro países, contra 105 mil no mesmo período em 2015. E 74% dos consultados disseram que a isenção do visto foi fator decisivo para viajarem ao Brasil.

Vinicius Lummertz, da Embratur, quer que o governo “adote a medida por mais dois anos, para traçarmos um panorama mais completo”. E, quem sabe, para tornar permanente a isenção dos vistos para turistas desses países.