Com Aécio, Congresso transmite mensagem de que não aceitará interferência

Com Aécio, Congresso transmite mensagem de que não aceitará interferência

Sonia Racy

29 de setembro de 2017 | 00h50

AÉCIO NEVES. FOTO: DIDA SAMPAIO/ESTADAO

A mensagem que o Senado quer passar, ao salvar Aécio, é a de que o Congresso não aceitará mais interferências do Supremo.

A primeira interferência – a prisão de Delcídio do Amaral, em 2015 – só passou no Senado porque Rui Falcão emitiu nota que isolou o sul-mato-grossense.

Leia mais notas da coluna:

Decisão do STF passou Aécio à frente de Jucá e Renan

Petrobrás define novo gerente de comunicação

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: