Coleta

Sonia Racy

20 de julho de 2013 | 01h06

O PT já coletou 300 mil assinaturas para o seu projeto pela reforma política. E trabalha, agora, para conquistar o apoio dos próprios filiados.

Aqueles que aderirem ao abaixo-assinado terão direito a voto nas eleições internas da legenda, em novembro.

Coleta 2

A meta era conquistar 1,2 milhão de eleitores até o início de 2014, mas o PT trabalha com a possibilidade de diminui-la. Espera apenas a aprovação, no Congresso, da proposta que reduz para 700 mil assinaturas o total necessário para apresentar um projeto de iniciativa popular.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.