Coisa arcaica

Sonia Racy

18 Outubro 2015 | 01h17

O setor agrícola se organiza para, por meio votação no Congresso, terça-feira, conseguir reverter parecer de 2012, feito por Luís Inácio Adams, da AGU.
O documento impõe restrições à aquisição e arrendamento de terras por empresas de capital estrangeiro – ainda que elas estejam sediadas no Brasil.
Coisa ideológica
Sob o temor da “desnacionalização” e “segurança alimentar”, o atual entendimento tem barrado negociações de venda. E, segundo alta fonte do setor agrícola, vai ao encontro do desejo dos donos de terras pouco produtivas, que não querem concorrência. Como exemplo, essa mesma fonte cita um grande proprietário de terras do Paraná.