COB disputa a medalha da preservação

Sonia Racy

19 de agosto de 2016 | 10h26

E a Rio 2016 está prestes a faturar a “sua” medalha, como defensora do meio ambiente – no caso, com a certificação  florestal da mais  importante entidade de preservação natural do planeta, o Forest Stewardship Council. Kim Carstensen, diretor-geral do FSC, está hoje no Rio, e virá na segunda-feira a SP, para encontros e checagem de  parcerias.

Ele vem conferir os cuidados tomados pelo Comitê Olímpico Brasileiro — sob supervisão do COI — em tudo o que se refira à madeira utilizada nos trabalhos de infra-estrutura.  Entre outras, a fachada do clube de golfe, todos os pódios, os estojos de madeira para as medalhas, os sete milhões de ingressos.

Nem os diplomas aos premiados, produzidos pela Casa da Moeda, escapam da fiscalização do FSC.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.