Cofre forte

Sonia Racy

20 de abril de 2012 | 01h08

Na briga por espaço entre bancos privados e públicos, corre pelo mercado que CEF e BB estudam nicho deixado em aberto por Bradesco e Itaú: o de aluguel de cofres para clientes. O BB, que já tem o serviço, busca a expansão. A CEF ainda não tem nada neste sentido.

Contactadas pela coluna, as assessorias dos dois bancos estatais negam movimentação. Por enquanto.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.