Coala Festival abre data extra e traz Djavan e Céu com Alcione

Direto da Fonte

21 de junho de 2022 | 00h55

A cantora Céu está no line-up da data extra. Foto: Denise Andrade/Estadão

Djavan, Alcione em conjunto com Céu e Liniker são algumas das atrações do dia extra que o Coala Festival abriu hoje em sua programação. “Depois que os ingressos de 17 e 18 de setembro esgotaram, o sonho de todo curador seria ter uma data extra, o 16. Trazer o Djavan também era um sonho antigo”, diz Gabriel Andrade, curador e sócio-fundador do festival.

Também é a primeira vez que o evento tem uma atração internacional, a cantora cabo-verdiana Mayra Andrade. Maria Bethânia e Alceu Valença fazem parte do line-up de apresentações já anunciadas para o Memorial da América Latina.

INDÍGENA. O vídeo Ymá Nhandehetama (Antigamente Fomos Muitos), realizado em 2009 em parceria do indígena guarani Almires Martins e o artista Armando Queiroz, passa a integrar a ala indígena do Espaço Olavo Setubal, que ocupa dois andares do Itaú Cultural.

INTERNACIONAL. O artista plástico Revolue tem se inspirado na cidade de São Paulo para criar suas obras – que guardam elementos de street art e também uma abordagem mais clássica (com técnicas que vão da pintura a óleo até elementos como giz de cera e spray). Com exposições recentes em NY e Hong Kong, ele estará em setembro no 10º Festival Cultural do Brasil em Viena, representado pela galeria La Pamplona. Neste ano, o festival celebra o Bicentenário da Independência do Brasil.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.