CNJ elabora pesquisa sobre os juízes negros que ingressaram na magistratura por cotas

Direto da Fonte

29 de setembro de 2021 | 00h05

Luiz Fux. Foto: Dida Sampaio/Estadão

 

Luiz Fux, o CNJ e José Vicente, da Universidade Zumbi dos Palmares, assinam acordo amanhã (30).

Vão fazer pesquisa qualitativa sobre os juízes negros e os estagiários da magistratura que ingressaram por meio de cotas raciais. A Secretaria de Segurança Pública de SP e as universidades FGV, USP, PUC, Unesp, Unicamp, Universidade Federal do ABC e UNIFESP também participam.

Com início entre os meses de outubro e novembro de 2021 e  previsão de duração de 180 dias, deve ser apresentada em maio de 2022.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.