CNJ aprova cota de 20% para negros nos concursos para ingresso em cartórios

Marcela Paes

17 de março de 2021 | 00h00

O reitor José Vicente, um dos autores do projeto. Foto: Arquivo pessoal

O Conselho Nacional de Justiça aprovou a inclusão de cotas de 20% para negros nos concursos para ingresso em todos os cartórios do País. A resolução partiu de um projeto do reitor José Vicente e do Frei Davi dos Santos. Os dois reivindicaram a cota, em agosto, ao  então presidente do CNJ, o Ministro Dias Tofolli.

Para José Vicente a aprovação é “importantíssima para inclusão, participação e empoderamento de jovens negros, social e economicamente. No Brasil, temos cerca de 13.627 cartórios, com 20 funcionários em média, podendo assim, a medida, resultar na disponibilização de 50 mil postos para negros”, diz.

Tudo o que sabemos sobre:

CNJcotasnegroscartóriosconcurso

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.