Cloro n’água

Sonia Racy

15 de fevereiro de 2012 | 23h03

Para melhor entender. Conforme publicado ontem, se o vencedor do leilão dos aeroportos de Guarulhos, Brasília ou Campinas desistir ou não apresentar garantias devidas ao governo Dilma, o segundo colocado só subirá no ranking se concordar em pagar o mesmo preço oferecido pelo consórcio vitorioso.

Mas há uma exceção: se o governo Dilma desclassificar quem ganhou, o segundo colocado poderá entrar pelo preço que ofereceu originalmente no leilão.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: