Click

Click

Redação

25 de outubro de 2009 | 06h55

Para Leo Laniado, o momento é de profissionalização. Passados 30 anos desde a inauguração de sua d’A Estufa e 16 da sua empresa de tintas especiais, Terracor, o arquiteto cercou-se de executivos para criar uma nova dinâmica em suas empresas. Primeiro passo? Criar um pool de sustentabilidade nas áreas onde atua. “Nada mais normal do que me inspirar na natureza, já que o paisagismo foi o começo de tudo”, justifica.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: