Clara Averbuck escreve seu décimo livro pelo celular

Clara Averbuck escreve seu décimo livro pelo celular

Sonia Racy

11 de julho de 2020 | 00h35

CLARA AVERBUCK – FOTO: DANIELA RAMIRO/ESTADÃO

Com o computador quebrado, Clara Averbuck escreve seu décimo livro pelo celular. Enquanto lida com problemas como arrumação de casa e ministra aulas de escrita criativa online, a escritora transforma seus percalços da vida na quarentena em prosa poética. “Mudei minha medicação, não arrumei livros, doei os sapatos. Pra quê sapato? As unhas, faço eu mesma. Me demiti. Estourou encanamento do prédio. Me apaixonei pelo meu melhor amigo. De novo”.

Tudo o que sabemos sobre:

Clara Averbuck

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: