Cinemateca muda gestão e recebe acervos históricos

Sonia Racy

10 de maio de 2016 | 16h59

O ministro Juca Ferreira anuncia neste final de tarde, em São Paulo, medidas para uma nova forma de gestão da Cinemateca. Basicamente, será implantado um contrato de gestão com uma organização social a ser qualificada pelo ministério.

O ato seguinte é criar um edital de seleção, para escolher a empresa que se responsabilizará pela administração da instituição, em conexão com o próprio MinC.

Outra decisão do ministro é a entrega, de forma definitiva, de oito importantes acervos à Cinemateca. Eles estavam sob cuidado provisório e passam a integrar o acervo da Cinemateca.

Entre eles, os da Atlântida (mais de 8.300 itens), Canal 100 (mais de 25 mil rolos de filmes), de Glauber Rocha (mais de 8.600 itens), de Norma Bengell (mais de 5.300 itens) e da Vera Cruz (mais de  10.100 itens)