Cineasta do filme sobre Olavo de Carvalho ganha causa na Justiça por danos morais

Cineasta do filme sobre Olavo de Carvalho ganha causa na Justiça por danos morais

Sonia Racy

21 de agosto de 2020 | 00h55

JOSIAS TEÓFILO E DANIEL ARAGÃO – FOTO: ARQUIVO PESSOAL

Josias Teófilo, diretor do filme O Jardim das Aflições – sobre Olavo de Carvalho – ganhou causa no TJ de Pernambuco contra o seu então diretor de fotografia Daniel Aragão. O cineasta e Matheus Bazzo, produtor executivo do longa, acionaram a Justiça por danos morais e ofensas pessoais.

Tic tac 2

À coluna, Teófilo avisa que aceita até “aquele Opala do filme Aquarius que pertence a Aragão como parte da indenização”. Refere-se ao veículo de famosa cena do filme de Kleber Mendonça Filho – representante do Brasil em Cannes em 2016.

Tic tac 3

Essa briga, segundo Teófilo, causou até problemas de família: o rompimento entre Heloísa e o pai, Olavo. “Heloísa ficou do lado de Daniel Aragão”.

Tic tac 4

Da Finlândia, onde mora desde 2018, Aragão diz desconhecer o teor da decisão do tribunal, que não constituiu advogado no processo e sequer tem bens em seu nome no Brasil – “e, se tivesse, não pagaria”.

Afirma que não recebeu pelo trabalho – “fui enganado por ser nerd”. Por que deixou o País? “Não vou viver no Brasil pra tá brigando com olavista”.

Tendência

Sem poder aglomerar, pré-candidatos em SP estão se virando com soluções online. O prefeiturável Emídio de Souza, por exemplo, lançou o “E agora, Osasco?”, plataforma para moradores enviarem sugestões por mensagens.

Verde

O Itaú Unibanco monta, em dezembro, a primeira Conferência Brasileira Beneficente sobre Amazônia. Para arrecadar recursos para projetos e ONGs na região. Serão dois dias de intensas discussões abertas por meio de plataforma virtual.

Verde 2

O movimento Todos pela Saúde, liderado pelo banco, fechou parceria com a Fundação Amazonas Sustentável.

Vou de táxi

A 99 fez parceria com a consultoria do Sírio Libanês. Motoristas do aplicativo terão acesso a ‘mapa’ covid-19 mostrando quais locais do carro apresentam maior risco de contágio.

Tech ecologia

Supercomputadores brasileiros entraram, pela primeira vez, no ranking Green500 – lista de computadores com maior eficiência energética no mundo: o Atlas e o Fênix, da Petrobras.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: