Cineasta ‘bolsonarista’ pega carona no Oscar e lança trailer de seu segundo filme no dia da premiação

Cineasta ‘bolsonarista’ pega carona no Oscar e lança trailer de seu segundo filme no dia da premiação

Sonia Racy

21 de janeiro de 2020 | 10h19

JOSIAS TEÓFILO E OLAVO DE CARVALHO. FOTO: ARQUIVO PESSOAL/DIVULGAÇÃO

O cineasta Josias Teófilo, diretor de O Jardim das Aflições, sobre o pensador de direita Olavo de Carvalho,decidiu lançar o trailer do seu segundo longa, Nem tudo Se Desfaz, no mesmo dia da premiação do Oscar, 9 de fevereiro. Quer continuar aproveitando a visibilidade de Democracia em Vertigem, de Petra Costa, indicado ao Oscar na categoria Melhor Documentário.

Desde a indicação ao prêmio, Josias vê o crowdfunding de seu filme, sobre a ascensão da direita no Brasil e a vitória de Bolsonaro, engordar. Já arrecadou, de lá para cá, R$ 8 mil. A vaquinha soma agora um total de R$ 56 mil.

O diretor questiona o fato de ele ser chamado de “cineasta bolsonarista” enquanto Petra não é chamada de “cineasta petista”. O lançamento de Nem tudo se desfaz, que terá narração do ator Carlos Vereza, está previsto para depois do carnaval. O deputado Eduardo Bolsonaro, filho Zero 3 do presidente, é o único da família que dá depoimento no filme.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: