Cinco mulheres no topo da Justiça brasileira

Cinco mulheres no topo da Justiça brasileira

Sonia Racy

12 Julho 2018 | 01h00

LAURITA VAZ

LAURITA VAZ. FOTO: GUSTAVO LIMA/STJ

Esta, nem as mais radicais feministas imaginaram: entre 15 e 28 de agosto, o País terá cinco mulheres comandando os cinco cargos mais importantes da Justiça brasileira. Cármen Lúcia no STF, Laurita Vaz no STJ, Raquel Dodge na PGR, Grace Mendonça na AGU – e, a partir do dia 15, Rosa Weber no TSE.

O quinteto vale por 13 dias. Dia 28, Laurita deixa o STJ.

Leia mais notas da coluna:

Cúpula em Cabo Verde não discutirá resgate dos brasileiros presos

Poderes precisam se respeitar, diz Delfim Netto