Cientistas compilam estudos sobre os efeitos da cloroquina

Sonia Racy

24 de outubro de 2020 | 10h42

Mais um banho de água fria para os proponentes da hidroxicloroquina para tratamento da covid-19.

Pesquisadores da França, Inglaterra e Suiça compilaram todos os estudos que avaliaram o remédio, associado ou não ao antibiótico azitromicina, publicados até 25 de julho. Esta avaliação, obtida pela coluna, é conhecida como Revisão Sistemática.

Ao todo, são 11.932 pacientes que tomaram hidroxicloroquina, 8.081 que tomaram junto com azitromicina e 12.930 não tomaram.

As diferentes formas de análise mostraram que hidroxicloroquina não reduziu as mortes por covid-19. Pior, quando associada a azitromicina, as mortes aumentaram 27%.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.