Ciência e dinheiro

Sonia Racy

08 de setembro de 2015 | 02h01

José Goldemberg toma posse esta tarde na Fapesp – sucedendo a Celso Lafer – com um projeto em vista: avaliar o estado geral da pesquisa científica no País e identificar suas pri0ridades – e não apenas em São Paulo. “É uma missão que consta na própria lei que criou a fundação”, disse ele à coluna.

A fundação, segundo ele, “é a única do gênero, no País, não afetada pela crise econômica”. Comparativamente, “o CNPq, a Capes e a Finep vivem dias de penúria”.

Ciência 2

É que, em São Paulo, o corte de recursos acompanha a queda de arrecadação – algo em torno de 5%. Já a tesourada no Orçamento federal é muuito maior. “O Ciência Sem Fronteiras, por exemplo, está parado.”

Na mesa e na plateia devem estar, entre outros, Alckmin e o ministro Aldo Rebelo, da Ciência e Tecnologia.

Tendências: