Ciclovias

Sonia Racy

01 de abril de 2015 | 01h11

O MP estadual abriu novo inquérito civil para investigar “eventuais gastos excessivos” com as ciclovias em SP. A ação da Promotoria do Patrimônio Público e Social questiona, entre outros, “contratação irregular por ata de preços” e “fracionamento ilegal das obras para órgãos diversos, dificultando a fiscalização”.

Gilberto Natalini, do PV, apresentou ao MPE estudo que mostra o custo da pintura das ciclovias, cerca de R$ 2.500 por quilômetro – “o que as torna as mais caras do mundo”, segundo o vereador.

Ciclovias 2

A Prefeitura informa que prestará todas as informações necessárias. E lembra que o novo inquérito cita e apura informações da revista Veja SP já esclarecidas, “como a suposta irregularidade contratual, já afastada pelo juiz de primeira instância em outra ação civil pública”.

Tendências: