Check-up

Sonia Racy

05 de maio de 2015 | 01h04

Com tantas críticas à proliferação indiscriminada de faculdades de Medicina pelo Brasil, o Conselho Federal de Medicina resolveu ir ao ataque.

Quer criar uma espécie de “selo de qualidade” para as universidades brasileiras que as abrigam. Objetivo? Coibir o sucateamento das escolas e a má formação de estudantes.

O projeto será apresentado em agosto em parceria com a Associação Brasileira de Educação Médica.

Check-up 2

Hoje, o País tem 249 faculdades de Medicina, só perdendo para a Índia, com 381. Dilma criou 73 cursos – 40 privados e 33 públicos – em quatro anos. Nos 16 do período FHC-Lula, foram 94.