Céu, o limite

Sonia Racy

21 de março de 2012 | 01h05

Pelo que se apurou durante a passagem low profile do conselho administrativo da Sotheby’s pelo Brasil, semana passada, os chineses estão léguas à frente na olimpíada das artes.

Um terço das compras de obras no mundo, em 2011, foi feito por eles.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: