Céu de açúcar para o Pão?

Redação

05 de dezembro de 2009 | 08h36

Abílio Diniz já estava voando sobre a cidade de Salvador, anteontem à tarde, rumo a Paris, para reunião com seus sócios da Casino, quando teve que dar meia volta em seu jato. Foi informado por seus diretores que a Bovespa estava questionando movimentação atípica com as ações da Globex. E pedia explicações.

O presidente do conselho do Pão de Açúcar soube então que teria que acelerar as negociações com as Casas Bahia. E foi o que fez ao aterrissar em São Paulo. O “finalmente” do acordo se deu às 6h30 da manhã de sexta-feira. Às 8h20, está colunista conseguiu achar Diniz pelo celular. Ele recebeu mal a pergunta sobre a compra das Casas Bahia. O responsável pelo crescimento e expansão do Grupo se limitou: “Eu não tenho nada a dizer”.

A coluna confiou na fonte da informação e antecipou a notícia na Rádio Eldorado e no estadao.com.br: o Pão de Açúcar, por meio da Globex, é hoje o novo controlador das Casas Bahia.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.