Celeridade

Sonia Racy

02 de dezembro de 2011 | 23h12

Guilherme Afif, do Conselho Gestor, aceitou proposta de Eloísa de Souza Arruda, secretária de Justiça de São Paulo. Devem assinar acordo dia 9.

Motivo? A criação de sete novos fóruns no Estado, construídos e administrados por meio de Parceria Público-Privada. Será a primeira PPP do Brasil na área de Justiça. Os prédios substituirão estruturas caindo aos pedaços. Em Guarulhos, Barueri, Bauru, Presidente Prudente, Carapicuíba e duas na capital – Lapa e Itaquera.

Celeridade 2

Via convocação pública, dispensando licitação, a empresa escolhida poderá explorar serviços como estacionamento, telefonia, restaurante, segurança e, esperase, implementar novos negócios – como livrarias, por exemplo.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.