Ceia de Natal será menor e restrita às pessoas da casa, aponta pesquisa

Sonia Racy

24 de dezembro de 2020 | 00h50

 

Ceia de Natal será menor e restrita às pessoas de casa, como mostra pesquisa recém-concluída da RGNutri e Tech.Fit. Das mais de 1,6 mil pessoas ouvidas, 57% vão passar a noite de hoje somente com quem convivem dentro de casa. E um pequeno universo de 4% afirma que fará uma grande reunião familiar como todos os anos.

O levantamento foi feito entre os dias 7 e 10 de dezembro, por meio de questionário eletrônico – que descobriu também que 84% disseram que vão preparar a comida em casa. Também entre os entrevistados, 37% pretende alterar tanto a variedade de pratos como a quantidade de comida.

 Balanço 2020 

 As sessões remotas na pandemia aceleraram a deliberação de matérias.

 Aconteceram 373 votações nominais na Câmara contra 333 em 2019. “O Congresso brasileiro foi visto internacionalmente como exemplo na agilidade com que retomou as sessões remotamente”, contextualiza Danilo Medeiros, cientista político e pesquisador de pós-doutorado do Cebrap.

 Tipo exportação 

O MAM SP lançou a primeira loja virtual de museu brasileiro na Amazon. Além dos produtos institucionais, o espaço online está vendendo publicações educativas e catálogos marcantes da instituição.

Como Diálogos com Palatnik, retrospectiva de Abraham Palatnik, Volpi: Pequenos Formatos e a expo Sinais, mostra de Mira Schendel realizada em 2018, entre outros.

Online 

 Na véspera do Natal, José Álvaro Moisés recebe boa notícia. A Fundação Konrad Adenauer se antecipou e já publicou online livro que ele escreveu com Francisco Weffort – ministro da Cultura de FHC por sete anos – e que, como diz o próprio título, tem tudo a ver com o Brasil atual: Crise da Democracia Representativa e Neopopulismo no Brasil.

 Peregrino 

Mais histórias sobre Santo Antônio ganham vida em livro. A obra, de Edison Veiga, é resultado de pesquisa documental e andanças por caminhos percorridos pelo santo. Durante um ano, Veiga viveu na Itália para buscar evidências, desmentir ou confirmar casos e, principalmente, contar uma versão sobre quem foi o religioso. Sai no fim de janeiro pela Planeta.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.