Incerteza eleitoral leva empresários a adiar decisões

Sonia Racy

21 de julho de 2018 | 00h30

Em contatos com empresários, pessoal do Instituto de Economia da Unicamp detectou e revelou à coluna: a paradeira que se espalhou por todos os setores tem um nome. Simplesmente, cautela.

A conclusão sobre esses encontros é que é tamanha a incerteza na política que está todo mundo jogando pra janeiro, ou depois, o fechamento de praticamente todos os negócios já definidos, como importação de máquinas ou ampliação de empresas.