… caso encerrado?

Sonia Racy

09 de abril de 2011 | 23h04

Procurada, a ONG refuta as acusações. Explica que as coleiras e brincos são procedimentos utilizados há mais de 50 anos, e que em oito anos do monitoramento de 52 animais, pelo menos 13 morreram sim. Mas por “intervenção negativa do meio”: atropelamento, tiro, idade avançada e doenças transmitidas por cães.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.