Casal gay é agredido em terminal de ônibus

Casal gay é agredido em terminal de ônibus

Sonia Racy

13 de janeiro de 2020 | 17h29

Lucas Trindade e Caio Costa /Arquivo pessoal

O casal Lucas Trindade, de 25 anos, e Caio Costa, de 20, foi atacado por um vendedor ambulante no domingo (12,) no Terminal Capão Redondo, na zona sul de São Paulo. Segundo depoimento de Lucas, que é assessor de eventos, os dois voltavam de uma balada e davam um selinho quando foram xingados por um vendedor ambulante, que os atacou com um pedaço de madeira cheio de pregos enferrujados.

Lucas sofreu ferimentos nas costelas.  “Fui ao hospital ver se estava tudo bem, se as vacinas em relação a tétano e tudo mais estavam em dia. A sorte é que eu sempre fiz artes marciais e soube me defender, embora ele tenha me acertado”, afirmou. “Não tinha segurança no local. Os fiscais de ônibus também ficaram do lado dele”, acrescentou. 

Lucas registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Raciais e Delitos de Intolerância. O advogado do casal, José Beraldo, adiantou que vai pedir a prisão do agressor.

Tudo o que sabemos sobre:

Homofobiacapão redondoterminal

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.