Cartão-postal

Sonia Racy

30 de março de 2012 | 01h09

Se Deus é brasileiro não se sabe, mas o Cristo é carioca. Pelo menos o Redentor. O TJ-SP reforçou, em segunda instância, que os direitos patrimoniais do monumento pertencem à Arquidiocese do Rio.

A família do francês Paul Landowski (um dos escultores do cartão-postal carioca) não gostou de ver a imagem do Cristo em joias da H. Stern. Entrou com ação em 2007 e perdeu. O escritório Dannemann Siemsen comprovou os direitos de posse da Igreja católica.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: