Carisma

Sonia Racy

07 de agosto de 2013 | 01h05

Lula tem conversado com o empresariado nacional, com o intuito de descobrir o porquê do desânimo e mostrar que não há motivo para tanto. Nas reuniões, cita números e compara o cenário atual com momentos de crise e inflação galopante já enfrentados pelo Brasil.

Semana passada, a conversa se deu na casa de Ivo Rosset, com representantes do setor têxtil. Pelo que se apurou, a turma saiu mais animada.

Em tempo: o ex-presidente repete sempre que Dilma será candidata em 2014.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.